ECD ministra aula de campo para alunos do SENAC

A ECD Sondagens Ambientais Ltda, através de seu Diretor Técnico Marcos Tanaka Riyis, ministrou duas aulas práticas sobre Investigação de Áreas Contaminadas para alunos do SENAC.
A primeira delas, em maio/2015, foi para alunos da 2a turma do Curso de Pós Graduação em Remediação de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina Técnicas de Investigação para Remediação.
A segunda, em junho/2015, foi para alunos da 14a turma do curso de Pós Graduação em Gerenciamento de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina de Técnicas de Investigação, sob a responsabilidade do Professor Ms. Vicente de Aquino Neto.
O objetivo das aulas foi proporcionar aos alunos um contato com algumas ferramentas pouco usuais nas investigações de áreas contaminadas atualmente conduzidas no Brasil, sempre visando uma mudança no paradigma, que coloque a etapa de diagnóstico no centro do processo, e que a identificação da massa de contaminante e sua interação com o meio físico seja o resultado da etapa de investigação, não um "luxo" destinado a projetos especiais.
Dentre as atividades, os alunos puderam ver in loco:
- Amostragem de solo Direct Push Dual Tube, onde o furo de sondagem fica revestido enquanto as amostras são coletadas, minimizando as interferências e contaminação cruzada, que podem acontecer quando se coleta o solo na zona saturara (Eu preciso coletar solo na zona saturada?);
- Amostragem de solo Direct Push Piston Sampler, onde o amostrador fica fechado até a profundidade que se pretende coletar a amostra, garantindo amostra representativa daquela profundidade, mesmo na zona saturada;
- Avaliação do perfil completo: metodologia derivada do Whole Core Soil Sampling, que visa identificar, em alta resolução, os hot spots de contaminantes voláteis em fase retida no perfil vertical;
- Identificação de hidrocarbonetos em fase retida através de equipamento de campo (ver artigo aqui);
- Identificação das zonas de fluxo e armazenamento e das heterogeneidades hidrogeológicas;
- Ensaio RCPTu para identificação das zonas de fluxo e armazenamento em escala de detalhe, concomitantemente com ensaios de dissipação de poro pressão para determinação da condutividade hidráulica nas argilas;
- Coleta de água pontual, via Direct Push, na zona-alvo determinada (esse método pode ser chamado de Hydropunch, Screen Point, Grab Sampling, entre outros), com o objetivo de subsidiar o cálculo de fluxo de massa;
- Instalação de poço pré-montado, com garantia de isolamento da seção filtrante, que tem 35 cm de comprimento;

Com esse leque de atividades, os alunos puderam tomar contato com essas novas técnicas que, se forem corretamente conduzidas, proporcionam uma investigação com melhor qualidade e minimizam os erros nas etapas de remediação. Com mais essa atividade, a ECD continua firme em seu propósito de divulgar e compartilhar conhecimento no segmento de investigação/remediação de áreas contaminadas.











Comentários

Postagens mais visitadas