Newsletter ECD #027 - 07/12/2020

Newsletter publicada em 07/12/2020 


Olá a todas e todos.

 

 

Muito obrigado por se inscreverem na nossa newsletter semanal. Essa é a #027. Se quiserem passar para os amigos, o link para preenchimento do formulário de inscrição é: https://forms.gle/bQLz561Y2kqUfnhdA. As Newsletters anteriores estão no site da ECD (www.ecdambiental.com.br) . 

 

Já temos 24 apoiadores financiadores na nossa campanha do Apoia.Se (https://apoia.se/ecdambiental), sendo 4 anônimos. Agradeço demais aos amigos: Sergio Rocha, Heraldo Giacheti, Roberto Costa, Fabiano Rodrigues, Larissa Macedo, Rodrigo Alves, Wagner Rodrigo, Leandro Freitas, Leandro Oliveira, Atila Pessoa, Tatiana Sitolini, Willem Takiya, Filipe Ferreira, Allan Umberto, Diego Silva, João Paulo Dantas, Cristina Maluf, Calvin Iost, Luciana Vaz e Felipe Nareta. Mais detalhes vocês vão encontrar no apoia.se e, se quiserem mais informações, é só me perguntar.

 

Nessa semana, lançamos o episódio #032 do Podcast Áreas Contaminadas, uma conversa bem legal com Fabiano Sampaio Rodrigues, Engenheiro Geotécnico da Sauber System.


Essa semana, muitas coisas legais acontecendo. Tivemos um encerramento muito interessante do curso de Atenuação Natural Monitorada, com atividade "mão na massa" e um debate muito bacana, com a semente de ótimas ideias surgindo. O curso de Introdução ao GAC para profissionais de órgãos ambientais vai se encaminhando para o final, com uma riquíssima participação de todos, o que indica que haverá mudanças muito em breve na forma como esse assunto será tratado em vários pontos do país. Ainda nesse tema, haverá, para encerrar o ano com chave de ouro, um Painel de Debates  no dia 09/12, mais um promovido pela parceria SENAC/AESAS, justamente com esse tema central: As Expectativas dos Órgãos Ambientais para o GAC, onde esses profissionais vão falar qual a situação atual e o que eles esperam para 2021 em seus estados. Imperdível!!!! Nas minhas aulas do SENAC, tive discussões muito legais, aprendi muito com os alunos, que explicaram sucintamente o que pretendem fazer como TCCs. São ideias fantásticas que certamente vão ajudar todo o mercado. Em uma das aulas, assistimos a uma palestra do James Handerson e da Maria Cristina Lemos muito interessante, cujo tema central é o sistema de remediação STAR, que basicamente consiste em utilizar o contaminante como combustível de uma queima controlada e, ao final do processo, não haveria mais combustível, portanto, não haveria contaminante. Embora o sistema STAR fosse o ponto central, a conversa foi muito boa em muitos sentidos, os alunos e professores do SENAC ficaram muito felizes com a palestra e orgulhosos pelas palavras dos palestrantes, que reconhecem a excelência da formação proporcionada no curso. 

Essa semana também recebi uma mensagem legal do Spotify, falando de como foi o Podcast nesse ano. Entre as várias métricas, o Spotify disse que somos ouvidos em 11 países!!!! Isso nos enche de orgulho, mas não tanto quanto saber que somos o 80º Podcast mais ouvido na categoria Ciências!!!! Mesmo sendo algo pequeno e voltado para o nosso pequeno público do Gerenciamento de Áreas Contaminadas. Mas o que me deixou mais feliz de tudo, foi que muita gente me mandou mensagem que mostrava que o nosso Podcast Áreas Contaminadas estava entre os mais ouvidos , ou seja, que somos importantes para essas pessoas. Obrigado a todos e um salve especial para Rodrigo, Allan, Willem, Larissa, Aline, Atila, Diego, João Paulo, Wagner, Filipe. Seguimos juntos!!!!!! Vejam a nossa perfomance do ano: https://wrappedforpodcasters.byspotify.com/br?id=f29c75c8454a2002b2368b557c04354eef11d37c5c0dd1c444b271c76912d9d3&utm_source=share_link&utm_medium=referral

No Canal do Youtube estamos com 554 inscritos. No Telegram temos 212 inscritos e no Instagram temos 388 Seguidores e aumentando(@ecdambiental). Muito bacana, espero que estejamos conseguindo ajudar bastante gente!!!!

Uma atualização sobre nossa ideia de escrever resenhas sobre textos importantes do exterior: estamos com as dificuldades naturais do fim do ano e não conseguimos ainda produzir os textos, mas vamos fazer!!!!. Quem mais tiver interesse em participar, junte-se a nós!!!

Durante a semana, tive algumas conversas onde meus interlocutores perguntavam sobre amostragem de solo na zona saturada. Eles questionaram se a análise que indica uma dada concentração mostra o que tem na água ou o que tem no solo. São várias as camadas dessa pergunta: a primeira, objetiva, é óbvia: não tem como saber; mas aí vem a 2a camada: você precisa saber disso? Porque não importa por qual mecanismo o contaminante está armazenado no solo, se está adsorvido (concentração puramente no solo) ou retido/imobilizado nos poros (concentração na água), o que importa é saber se ele está imobilizado, de alguma forma ligado ao solo, em oposição à fase dissolvida, que está móvel, formando uma pluma e potencialmente atingindo receptores; temos uma 3a camada: a amostragem de solo na zona não saturada ou na franja capilar mede o que está na água ou o que está no solo? Porque, na zona não saturada, temos a umidade do solo, que não é desprezível (solos muito secos têm por volta de 15-20% de umidade), na franja capilar temos 80% de água nos poros do solo, então a dúvida inicial não tem razão de ser, pois todas as amostras de solo potencialmente sofrem do mesmo problema; aí vamos para a 4a camada: aquela amostra representa uma massa de solo. Se pegarmos 1 m3 de solo saturado, com porosidade de 40%, teremos 400 L de água, portanto, 600 L de solo. A densidade dos grãos (densidade das partículas sólidas), fica em torno de 2,3 g/cm3, ou seja 1380 Kg, a massa do solo é mais que o triplo da massa de água. Tipicamente a concentração em uma área fonte é da ordem de 1-10 mg/L de água, contra 100-10000 mg/Kg de solo, daí tiramos que a massa no solo é muito maior que a massa que está na água, tornando aquela diferença da dúvida inicial irrelevante. Em resumo, podemos considerar a concentração que o laboratório nos reporta nas amostras de solo da zona saturada como massa retida ou massa imóvel, e o que o laboratório reporta nas amostras de água subterrânea como massa dissolvida. 

Outro ponto que gostaria de retomar mais uma vez é o LNAPL, com algumas dicas que vi essa semana:

Mateus Evald escreve um texto interessante sobre investigação de LNAPL. Os resultados dele mostram claramente que a investigação de LNAPL com poços não é a melhor prática e não fornece resultados que respondem adequadamente à principal questão nesses casos (existe LNAPL?): https://www.linkedin.com/posts/mateuske_finkler-hrsc-triad-activity-6740254892134346752-9RAX/

Nessa linha, vou recomendar mais alguns artigos sobre LNAPL muito bons para complementar o texto do Mateus

- Esse de Adamski et al. (2005) fala de como se dá a distribuição e recuperação de LNAPL em solos finos (alguém já pegou um caso assim? LNAPL em solo sitoso ou argiloso?), bem interessante:

https://ngwa.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1745-6592.2005.0005.x

https://sci-hub.se/https://ngwa.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1745-6592.2005.0005.x

- Esse, sobre a aplicação de 4 metodologias para tentar entender a atenuação natural da área fonte contaminada com LNAPL: https://ngwa.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/gwmr.12398 (acesso aberto)  





Vamos agora às principais notícias e dicas da semana:

 

1. O Episódio #032 do Podcast, falei com Fabiano Sampaio Rodrigues, Engenheiro Civil Geotécnico da Sauber System. A Sauber é uma empresa nacional, que vende insumos para investigação e remediação, como liners, bombas de bexiga, bexiga, mangueira, e outros insumos menos conhecidos, como core cathers para liners e VialVOC para preservação de amostras de solo para VOCs. Mas o Fabiano, além de falar da Sauber, falou muito sobre sua brilhante trajetória acadêmica e profissional dentro do GAC, de como ele andou por muitas empresas, de muitos segmentos dentro do nosso mercado e do grande conhecimento que ele tem dos atores do GAC. Foi uma verdadeira aula para mim. Além de tudo isso, ele ainda falou sobre os principais erros de campo nas amostragens de água subterrânea e como evitá-los



 

Ouça no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=vqZGRuWPGds

Ouça no Spotify: https://open.spotify.com/episode/4Y6QgMZClzHyPxi9EWNHQn?si=Uex_BdOBQxmwLWzJnpDABQ


 

2. O Episódio #033, irá ao ar nessa semana, dia 10/12


3. Nessa quarta-feira, dia 09/12, um imperdível Painel de Debates promovido pelo SENAC e AESAS com o tema GAC: A Expectativa dos Órgãos Ambientais, centrada nas dificuldades que esses órgãos ambientais dos estados de todo o Brasil encontram para implementar uma regulamentação sobre esse tema. Inscrições gratuitas, porém, limitadas em https://register.gotowebinar.com/register/1586086616377485325

 

4. Dica de Leticia Gemignani, Webinar gratuito em 09/12 sobre Gestão de Áreas Contaminadas com apresentações de pessoas do meio jurídico e da parte técnica do GAC, promovido pelo escritório Demarest, pela Prefeitura de São Paulo e pela Arcadis. Inscrições gratuitas em - https://demarest-br.zoom.us/webinar/register/WN_-fhopTpzQPKSyTvL9V8XqQ

 

5. Seguem abaixo três dicas muito legais para vocês, da minha amiga Tamara Quinteiro Dias, uma das primeiras a assinar essa Newsletter. Obrigado, Tamara!!!!

- Canal Mining Tips: apresenta diversos termos em inglês. O canal é voltado para mineração, mas já me ajudou bastante com termos técnicos que eu estava com dúvidas na tradução correta.

https://www.youtube.com/channel/UChDd8jghjT6eryJ6Obafvjg/videos

https://www.instagram.com/miningtips_/?hl=pt-br

- Página com as gravações de webinars da QED. Tem webinar sobre amostragem passiva na água, melhores práticas para coleta de VOC no solo, amostragem de PFAs na água, entre outros.

https://www.qedenv.com/en-us/education/webinars/

- Publicação pela CETESB do documento “Instrumentos de Planejamento, Licenciamento e Gestão Ambiental no Estado de São Paulo – Caderno de Apoio para Profissionais”. Documento que aborda as políticas públicas na área ambiental e seus instrumentos (inclui um subcapítulo sobre o GAC), licenciamento, estruturas da gestão ambiental, relatórios que a CETESB emite, entre outros temas. É um documento com bastante informação, talvez de forma mais resumida, mas compilado em um único arquivo.

https://cetesb.sp.gov.br/blog/2020/11/30/publicacao-ambiental-de-apoio-a-profissionais-e-lancada-em-sao-paulo /

 

6. Livro bem legal, gratuito, disponível para download do The Groundwater Project, sobre velocidade de fluxo subterrâneo, escrito pelo professor Devlin, da Universidade do Kansas: https://gw-project.org/books/groundwater-velocity/

 

7. Falando em livro, essa semana, conversando com Calvin Iost, revi o livro do IPT sobre Gerenciamento de Áreas Contaminadas, lançado em 2013. Ainda uma boa pedida para nós, mas especialmente para os que iniciam no GAC: https://www.ipt.br/download.php?filename=1159-Guia___Gerenciamento_de_Areas_Contaminadas___1a_edicao_revisada.pdf

 

8. Texto bem bacana do Sergio Matos, que explica o que é o teste de Mann-Kendall, que temos falado aqui quando falamos de Atenuação Natural Monitorada: https://www.linkedin.com/pulse/mann-kendall-o-off-road-dos-m%25C3%25A9todos-de-an%25C3%25A1lise-tend%25C3%25AAncia-sergio-matos/?trackingId=ZENSdKnQSiy6mcwmbMCvqA%3D%3D

 

9. Eu e muitos de nós assistimos ao filme Dark Waters e ficamos indignados com aquela situação de contaminação por PFOAs e outras SQIs, de responsabilidade de uma grande empresa, que causou a doença e morte de muitas pessoas, além da grande contaminação e degradação ambiental que irá permanecer por muitas gerações. Mas, às vezes, nos esquecemos de ver, estudar, acompanhar e nos indignar com casos mais perto da gente. Vejam esse vídeo que fala sobre o caso da Plumbum, em Adrianópolis, divisa entre SP e PR, e tentem não se revoltar: https://www.youtube.com/watch?v=Z5PvRGhgIR0&feature=youtu.be&fbclid=IwAR0z9ReG3PewYK71B12YchyMouwx4dMhhM3Itd6cwI2L9Embvi_roMieGzg

 

10. Nossos amigos André e Camila, do Projeto Direito Ambiental Descomplicado, lançaram um workshop gratuito que tem uma aula muito legal, que fala da responsabilidade do técnico. Vale a pena assistir (e seguir o DAD no Telegram e Instagram): https://workshopjuridiques.multiscreensite.com/aulas-workshop#aula3

 

11. Mateus Evald anuncia que escreveu um artigo sobre a importância da investigação de alta resolução com Cesar Malta e Celeste Jorge na Revista Indústria e Ambiente, de Portugal. https://www.industriaeambiente.pt/noticias/aplicacao-metodos-alta-resolucao-estudo-areas-contaminadas/

 

12. Você já viu uma Investigação Confirmatória ser orçada por metro quadrado? Juliana Mantovani publicou no Linkedin uma história muito interessante que gostaria de compartilhar com vocês: https://www.linkedin.com/posts/juliana-mantovani-34734122_quanto-gasto-para-fazer-um-laudo-ambiental-activity-6739187317430358017-Oc3d/

 

13. Joyce Cruz dá dicas muito legais sobre como avaliar a sustentabilidade em processos de investigação de áreas contaminadas: https://www.linkedin.com/posts/joyce-cruz-di-giovanni_sustentabilidade-meioambiente-remediacaosustentavel-activity-6739983041965436928-yI5t/

 

14. Dica de Sandro Souto sobre um texto de Mark Sultz que fala sobre a principal causa dos fracassos em Remediação, que é a heterogeneidade do meio físico: https://blog.burnsmcd.com/why-groundwater-remedies-fail-understanding-successful-remediation

 

15. Na mesma linha, um artigo breve da Cascade falando o porquê de utilizar múltiplas ferramentas em uma investigação: https://www.cascade-env.com/resources/blogs/archive/why-you-should-combine-characterization-tools/

 

16. Você faz Avaliações Preliminares? Tem Galvanoplastias como clientes? Sabe como funciona o processo? Esse pequeno vídeo, comercial, é bem ilustrativo para entendermos o básico-básico do funcionamento de uma galvanoplastia. A partir desse vídeo, já podemos olhar com outros olhos a fábrica que vamos visitar, certo? https://www.youtube.com/watch?v=m5l3eWtzT38&feature=youtu.be

 

17. O jornalista Gabi Martínez mostra um relato muito legal. Ele viveu 8 meses como um pastor de ovelhas, em uma reportagem que é uma espécie de reconexão com os seus ancestrais, mas vai além disso. O pastoreio de ovelhas causou Colapsos importantes em muitas terras, como Groenlândia, Papua Nova Guiné, e outros. Enfim, a história desses 8 meses é muito legal: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2020/11/28/o-que-aprendi-ao-largar-tudo-para-criar-ovelhas-no-meio-do-nada.htm

 

18. Dica bacana de livro: Topologia Geométrica para Inquietos. Ele começa o livro falando do PAC-Man, que vive em um mundo 2D, e não reconhece a 3ª dimensão. Segundo ele, a mesma dificuldade nós temos em reconhecer a 4ª, 5ª, 6ª ... dimensões: http://jornaldiadia.com.br/2020/2020/11/17/matematica-para-inquietos-professor-da-usp-concorre-a-premio-com-obra-que-desperta-encanto-pela-geometria/

 

19. Excelente livro sobre Aprendizado de Máquina usando uma abordagem estatística. Livro do prof. Rafael Izbicki, professor na Universidade Federal de São Carlos. O livro pode ser baixado gratuitamente em http://www.rizbicki.ufscar.br/ame/ juntamente com alguns vídeos que estão sendo gravados

 

20. Falando em Machine Learning, você sabe o que é uma Rede Neural? Eu não sei muito bem, mas esse vídeo aqui explica um pouco: https://www.youtube.com/watch?v=aircAruvnKk&feature=youtu.be

 

21. Dica do professor Francisco Rodrigues: Pesquisadores de inteligência artificial não compreendem bem os princípios do machine learning, não sabem por que uma arquitetura de algoritmos funciona, outros não funcionam e consideram “alquimia”. Espero que um dia desses Calvin Iost e Atila Pessoa nos expliquem isso, pois estou ficando assustado: https://www.sciencemag.org/news/2018/05/ai-researchers-allege-machine-learning-alchemy

 

22. Artigo usa Machine Learning (olha ela aí!!!!) para resolver um problema quase insolúvel: como entender a estrutura 3D das proteínas.

- Explicação da Roberta Duarte: https://twitter.com/import_robs/status/1333823266826424320

- Explicação do Deep Mind: https://deepmind.com/blog/article/alphafold-a-solution-to-a-50-year-old-grand-challenge-in-biology

- Artigo na Nature: https://www.nature.com/articles/d41586-020-03348-4

 

23. Mais uma nesse tema (a última de hoje, prometo!!!): dica de Calvin Iost, ainda falando de inteligência artificial, esse vídeo mostra como IA e Machine Learning, com redes neurais, reconhece pessoas através das paredes (!!!!). Se você não acha assustador é porque não viu direito. Veja novamente: https://www.youtube.com/watch?v=JWuS6q9EYAo&feature=youtu.be

 

24. Artigo muito interessante que fala sobre a perda de serviços ambientais, relacionando desmatamento, regime de chuvas, e outros e consequentes perdas econômicas. http://www.lagesa.org/wp-content/uploads/documents/Strand_Soares-Filho_et%20al_Rajao_Spatially%20explicit%20evaluation%20of%20the%20Amazon_NSUS.pdf

 

25. 2019 foi um ano com recorde de queimadas, como todo mundo já sabe. O interessante é que, mesmo com as mudanças nas métricas e na observação do INPE promovidas pelo governo, ainda assim, as queimadas cresceram em 2020. Mesmo na pandemia!!!! https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2020/11/desmatamento-na-amazonia-volta-a-bater-recorde-e-cresce-9.shtml

 

26. Estudo conduzido pelo Centro de Pesquisa em Macroeconomia das Desigualdades (Made) analisou três propostas cogitadas pelo governo federal nos últimos meses para bancar o Renda Brasil e reduzir a desigualdade. Vejam todas as simulações realizadas e as conclusões https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/12/01/proposta-made-fea-usp-bolsa-familia-renda-basica-auxilio-imposto-de-renda.amp.htm?__twitter_impression=true  

 

27. Assisti a alguns episódios da série de documentários chamada Rotten, que trata dos impactos ambientais muito intensos decorrentes da indústria de commodities, particularmente dos alimentos. Muito interessante, recomendo muito fortemente: https://www.youtube.com/watch?v=4KbiWJbMJTQ

 

28. Dentro desses episódios, recomendo esse, da produção de Avocatos e o direito pela água das comunidades do Chile. A irrigação gera o esgotamento dos aquíferos (algo como uma contaminação): https://www.youtube.com/watch?v=2qBsIN9DfU4

 

29. Dica de Gonçalo Pereira, um vídeo com uma entrevista com Grande Otelo em 1987. Existe racismo no Brasil? https://www.linkedin.com/posts/goncalopereiraunicamp_democracia-ugcPost-6738451625335152640-tlB3/

 

30. Semana passada falei bastante sobre Decrescimento. Essa semana saiu um Vídeo bem curto falando sobre esse tema, uma explicação bem legal, no Degrowth Small Talks: https://twitter.com/DegrowthTalks/status/1334053227483045889?s=08

 

31. Aqui vai uma explicação legal sobre Decrescimento. Ou melhor, sobre o que NÃO é Decrescimento, e o porquê do Desenvolvimento, por definição, não poder ser definido como “sustentável”. Algo que realmente vai nos incomodar, pois é contraintuitivo, uma vez que toda nossa formação é calcada nos “três pilares da sustentabilidade” e essa é uma teoria que mostra essa impossibilidade teórica:

https://twitter.com/degrowUS/status/1334997916155588610

https://foreignpolicy.com/2018/09/12/why-growth-cant-be-green/

 

32. Vagas!!!!

- ERM – Consultor II, com 5 anos de experiência: https://www.linkedin.com/jobs/view/2323591428/

- ERM – Consultor I, com 2 anos de experiência: https://www.linkedin.com/jobs/view/2323589882/?alternateChannel=smljob&alternateCode=seturl&eBP=CwEAAAF2L8ZOSVYtI0YG1YgAg3a3RBwEdNCl-9ABYXp_1aWJhc5St6xq7yz1JWBVdc8fvocnQTdVwtUjFdB5_ebCm1Zg9RxWFw97CEbBcuuh2jv31mfchVyI7QZ685NDgzBlWW2R9uaAL8PpuZ7cwQXqHLr9oX0Qw211QWfuAMYaw8haDtqEtmQoHuwXtw02DghRoVi5duNVzHvdf1rvNO7yghQkMgxaNVaWbsIu0FR90LvWwRvsjj9LHNF5Z8M7yxndeQ1V07m_D4ahkx9nrH1PBr1utzqKAu42KlK0PQcg6LBy681buofm63iwUeKL1dUPig0rw1ib-Ss8Qjy-KSYCMsQ9pP96vNcFZbL4WENkXRaZejgIMfyn_2cc9KBr1gzTJbf7&recommendedFlavor=IN_NETWORK&refId=b04Zz%2BVxbJex09NhDfm1Aw%3D%3D&trackingId=hY5M0Ba4SJTtx7%2BE0GLTKA%3D%3D&trk=d_flagship3_job_details

- Arcadis – Equipe de Tecnologia: https://www.linkedin.com/posts/marcus-valsecchi_venha-fazer-parte-da-equipe-de-tecnologia-activity-6739289400221433856-F26N

- Vagas na Kopf para início em janeiro/21. Enviar currículo para adm@kopf.eng.br


Por hoje é isso. Aguardo os comentários, sugestões e críticas. Mais uma vez peço que acessem o https://apoia.se/ecdambiental para vocês conhecerem melhor a nossa campanha e, se puderem, contribuírem conosco.

 

 

Se alguém não quiser mais receber as minhas mensagens, é só responder esse e-mail com o texto REMOVER

 

 

Mais uma vez obrigado pela atenção e até a semana que vem

  

Marcos Tanaka Riyis

ECD Ambiental


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Serviços da ECD

ECD Ambiental

Newsletter ECD #014